cachorro mal humorado

Google: Redirecionamentos 302 passam PageRank… Será?

SEOs de todo mundo ficaram surpresos com a resposta de John Mueller do Google para o tweet de Dan Hinckley, no qual afirmou que os redirecionamentos 302 passam PageRank, ao contrário de tudo o que se acreditava até então.

Aparentemente o Google atualizou em algum momento a forma que lida com a transferência do juice mas não avisou ninguém rs, e o dogma do PageRank somente com 301 se manteve por bastante tempo até alguém resolver questionar (e ter a resposta) sobre o assunto.

resposta de John Mueller do Google para Dan Hinckley

John Muller ainda citou (cutucou) Rand Fishkin, que é uma das autoridades mais respeitadas do mundo no assunto e representante da Moz, um dos portais de conteúdo SEO que serve como guia para quase todos os assuntos relacionados.

No guia de melhores práticas a Moz deixa bem claro que o redirecionamento 301 passa grande parte do juice e que o redirecionamento 302 passa 0% (zero) do juice; provavelmente vão ter que atualizar a documentação logo mais.

Moz: redirecionamentos 301 e 302

E agora?

Muito embora todos estejam dando como definitiva a resposta de Mueller, acredito que seja melhor esperar um pronunciamento dele – que já afirmou que vai falar quando tiver mais tempo -espero que não seja em 2020 rs.

Por outro lado eu prefiro respostas mais precisas e menos subjetivas, quando Mueller manda algo como “302s are fine” não sinto tanta firmeza e deixa em aberto muitas questões:

  • Redirecionamento 302 passa PageRank em todos os casos ou somente em alguns casos?
  • Redirecionamento 302 passa tanto PageRank como um redirecionamento 301?
  • Redirecionamento 302 passa PageRank mas demora mais para ser reconhecido?
  • Redirecionamento 302 passa PageRank mas também passa outros sinais importantes?

Para ser sincero eu sou um pouco reticente sobre essa a firmação pois já fiz alguns testes (vou tentar publicar) em sites menores de testes nos quais os redirecionamentos 302 nunca são tão eficientes em manter os posicionamentos como os bons e velhos 301.

Todos sabemos que otimizar é deixar aquela lata velha numa Ferrari e para isso não basta fazer tudo certinho, tem que ser feito com excelência.

Outro ponto importante para lembrarmos é que estamos pensando somente no Google e precisamos avaliar as consequências disso para outros buscadores, talvez esse seja o principal motivo para mantermos o que a escola clássica recomenda.

Minha conclusão é que por enquanto ainda seja recomendado a utilização do 301 sempre que possível e for coerente, ou seja, o redirecionamento for de característica permanente.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *