olhando no topo da montanha

14 Motivos Que Explicam Sua Queda de Tráfego Orgânico

Seu tráfego orgânico despencou e você não tem a menor ideia porque o Google não gosta mais de você?

Existem muitos motivos para suas sessões orgânicas terem sumido sem explicação, dos mais simples aos mais complexos… o mais importante é verificar um a um para conseguir direcionar seus esforços de recuperação.

Antes de começar

Antes de começar analise com precisão qual ou quais alterações foram feitas recentemente, existe grande probabilidade de encontrar o problema dessa maneira.

Os dados de acesso no Google Analytics também podem dar importantes pistas, por exemplo:

  • o tráfego orgânico igual no Google assim como no Bing?
  • a queda foi igual no desktop e no mobile?
  • qual a página ou as páginas que mais impactaram?

Se você já verificou e ainda não conseguiu encontrar nada de anormal, talvez a listagem abaixo com os principais problemas que tenho visto possam ajudar.

Seu site é novo

Se o seu site é novo você vai precisar segurar a ansiedade porque variações no tráfego orgânico são constantes, seja pelo ganho ou perda de um link que percentualmente significa muito… mas o fator ranking boost é um dos pontos que deve ser considerado.

De uma maneira simples e objetiva o Google vai incentivar os resultados de um site novo de forma temporária, assim consegue ter mais infos sobre engajamento como a taxa de rejeição.

Talvez se seus resultados sejam surpreendentes o Google possa oferecer mais tráfego mas de maneira geral após o ranking boost em sites novos o tráfego tende a cair a menos que outras ações como geração de links ou de conteúdo sejam tomadas paralelamente.

Uma ótima pista para identificar se você caiu nessa é a taxa de rejeição das páginas de destino orgânicas, se for alto pode ser um grande indício. No Analytics selecione o segmento Orgânico (ou filtre pela origem google/organic) e depois entre em Comportamento >> Conteúdo do Site >> Páginas de Destino

taxa de rejeição de páginas de destino orgânica

Sazonalidade

Praticamente todo mercado tem a sua sazonalidade e não imagine que você estará fora disso.

A sazonalidade pode ocorrer em diversos períodos e por isso é importante você pensar fora da caixa para identificar esse ponto.

Compare o mês e o ano anterior para começar mas se não tiver esses dados tente comparar com concorrentes. Use o Google Trends, Semrush ou o keyword planner do Adwords para isso.

Variações Sazonais no Google Trends

Feriados e outras datas podem acarretar na redução do tráfego antes e depois da data específica, por isso é importante se importar com os períodos completos, analise o mês ao invés dos dias e horas e segure a ansiedade rs

Migração

Esse motivo é um pouco óbvio mas sempre é bom ressaltar, se passou recentemente por uma migração de plataforma ou redesenho no site isso pode estar afetando, seja pela perda de autoridade em links quebrados seja por novas características como redução de velocidade ou mapa interno de links desconfigurada.

Esse caso é mais grave e o ideal é ter um profissional de SEO para auxilia-lo, mas resumidamente alguns pontos são importantes:

  • urls antigos foram redirecionados adequadamente?
  • o mapa interno de links mudou e está distribuindo menos do juice para as páginas que são as mais fortes de destino?
  • características do site mudaram para pior como redução de velocidade por exemplo?
  • muitos redirecionamentos consecutivos podem estar atrapalhando, tente ajustar o mapa de redirecionamentos para o mais simples e direto possível; esse problema é conhecido como redirect chains e pode ser facilmente identificado com algum tipo de rastreador de links como xenu ou screaming frog.

Mobile

Se o seu site não tem uma versão responsiva ou mobile é melhor você correr e ajustar isso o quanto antes, antes que seja pego pelo mobilegeddon.

mobilegeddon

Sensacionalismo a parte, a cada dia que passa mais usuários estão acostumados a usar sites responsivos e se o seu site não estiver é mais fácil o usuário procurar outro do que insistir na navegação em seu site.

Por outro lado sabemos que o Google está cada dia mais apaixonado por sites responsivos ou que tenham versão mobile e já entrou com pedido de divórcio para os sites sem essas características.

Acredito que esse seja um dos pontos mais importantes e negligenciados mas atente que a queda de tráfego orgânico nesse quesito não é drástica, normalmente é uma queda linear de médio e longo prazo.

Robots.txt

Já vi diversos casos em que o robots.txt foi modificado e parte ou o site por completo começou a desaparecer do Google.

Nesse caso é necessário identificar se foram feitas atualizações no robots e se sim, voltar ao estado anterior.

Na dúvida remova seu arquivo robots.txt ou atualize ele para conter somente a instrução que permite aos robôs de busca rastrear todo o seu site. Um arquivo de texto (sim, pode ser feito no bloco de notas), deve ficar na raiz do site ( www.seusite.com.br/robots.txt) e deve conter somente duas linhas:

User-agent: *
Disallow:

Noindex e Nofollow

Por algum motivo diretrizes noindex ou nofollow foram atualizadas no site e isso influencia de forma imediata em seu site, normalmente nesses casos a queda orgânica é bem drástica, vejamos alguns exemplos de como isso pode ocorrer:

  • Atualização do site ou migração de plataforma, onde o desenvolvedor subiu o conteúdo da nova versão e esqueceu de remover essas diretrizes.
  • Alguém acreditou que essa atualização poderia resultar em benefícios orgânicos como priorizar páginas internas para os robôs de busca. Nesse caso existe coerência mas o responsável tem que ter conhecimento técnico avançado e monitorar em tempo real para evitar problemas.
  • Alguma comida de bola mesmo, sem querer alguém achou que selecionar essa opção na plataforma seria bom… puro engano rs

Se for esse o caso tente remover as orientações para os robôs e entenda o histórico. Se possível converse com algum especialista em SEO para identificar se procede ou é uma grande lambança.

Para descobrir se esse é o problema, verifique as principais páginas do site como home, categorias e principais produtos ou posts e veja no código fonte (ctrl+u) se encontra a instrução <meta name=”robots” content=”noindex, nofollow”/>.motivos-queda-trafego-organico-02

Atente que não é necessário as duas diretrizes, somente uma delas já pode fazer um bom estrago, se encontrar fale correndo com seu desenvolvedor.

Links

Sabemos que a relação do Google com links tem esfriado um pouco, mas ainda tem muito amor nisso rs – e nesse caso vamos ter algumas alternativas, dentre elas as principais:

  • Verifique se perdeu algum ou alguns links com boa autoridade, quanto menor for o site mais vai influenciar.
  • Se não perdeu links também verifique se alguém resolveu atualizar e colocou um nofollow. Tenho visto muito isso ultimamente.
  • Verifique links ruins para seu site que possam ter sido feitos como anúncios sem nofollow, quantidade excessiva de comentários ou guest postings.
  • Verifique links ruins desconhecidos. Desde concorrentes que está incomodando até estratégias não recomendadas de SEO podem lhe afetar negativamente; na dúvida use a ferramenta de rejeição de links do Google.

majestic seo lost backlink report

Concorrentes

Desde novos entrantes até concorrentes antigos que resolveram investir pesado em SEO podem ser o seu problema.

Quanto mais azul for o seu oceano ou maior a concentração de tráfego em poucas palavras chave, maior a probabilidade de sentir os efeitos de concorrentes em seu tráfego orgânico.

Imagine que 70% de seu tráfego vem diretamente de uma palavra chave… se você bobear e seu concorrente fizer um bom trabalho, cair de primeiro para segundo pode ter consequências desastrosas para você.

Como estratégia, sempre tente diversificar mas se a raposa já entrou no galinheiro e pegou o único ovo, é necessário tentar recuperar. Investigue as posições atuais e anteriores, seja por verificação manual na serp ou por aplicativos como o Semrush.

posições google no semrush

Qualidade do conteúdo piorou

Se a qualidade de seu conteúdo piorou isso pode ter sido percebido pelo Google, que não gosta nada disso. Páginas com pouco conteúdo e com conteúdo de baixa qualidade estão nesse contexto também.

Por isso você deve priorizar a qualidade de seu conteúdo e não quantidade. Já vi queda de tráfego por causa das metas de produção de posts de sites… quando a equipe está sem tempo mas precisa cumprir a meta diária, textos curtos e copiados começam a fazer parte do cotidiano.

Sua Equipe está sobrecarregada

Por esses e outros motivos que não acredito em meta para produção de conteúdo, prefiro trabalhar com resultados finais.

Aumento de Erros

Por algum motivo a quantidade de erros, sejam eles de servidor ou de cliente, aumentaram em seu site.

Já identifiquei diversas situações em que a queda do tráfego orgânico está diretamente ligada com a quantidade de erros, e o ajuste dos mesmos consegue reverter esse quadro; não fiz nenhum estudo aprofundado mas notei diversas situações em que a correlação é impressionante.

Quando os famigerados erros 400 aumentam você perde links e autoridade… quando muitos erros 500 acontecem você perde o respeito do Google rs

erros de servidor no Google Search Console

Problemas com Spam ou Malware

Se o site tiver sido invadido e ou o Google acreditar que você tenha Spam ou Malware, vai ser um grande pepino… por isso sempre fique atento as ações manuais ou Problemas de segurança em seu Google Search Console.

Caso tenha esses sinais negativos faça o possível para resolver isso o mais rapidamente, não hesite em contratar um profissional qualificado nesse caso.

Problemas de segurança Google Search Console

Problemas com https

Caso você tenha optado por usar o https em seu site inteiro tenha certeza que o mesmo não está vencido ou com algum problema de configuração.

Teste entrar no seu site em modo anônimo em diversos navegadores, inclusive pelo celular. Se houver algum problema, os navegadores costumam avisar os usuários com uma enorme tela vermelha que é o sinal para que o usuário corra do seu site; tente resolver pra ontem!

problemas com https

Penalizações

Uma das piores situações é se o site foi pego em algum tipo de penalização, seja ela manual ou algorítmica.

O primeiro passo é identificar se isso realmente aconteceu e o jeito mais simples é  comparar com o tráfego de outros mecanismos de pesquisa.

Por exemplo, se no Google seu tráfego caiu 50% mas não teve alterações materiais no Bing, a causa mais provável é que você tenha sido pego.

No GA entre no report origem/mídia e filtre por organic. Compare os tráfegos de acesso de cada uma das origens orgânicas e descubra se foi isolado ou não.

motivos-queda-trafego-organico-08

Se for o caso, trabalhe fortemente para corrigir e aprenda: foco sempre nas melhores práticas e visualize resultados de longo prazo; ansiedade não é uma boa característica para seus esforços de SEO.

Atualizações no algorítimo

Como todo mundo já sabe o Google melhora seu algorítimo regularmente com centenas de atualizações por ano e algumas delas podem ser pequenas e de pouco impacto mas outras podem ser grandes e disruptivas.

Muito embora seja uma alternativa, você deve investigar todas opões possíveis antes de aceitar uma atualização como causa da queda; investigue bem antes de chegar nessa conclusão.

Para ter certeza de que foi uma atualização que te pegou esteja atento as notícias do mercado como Search Engine Journal por exemplo e acompanhe MozCast. Essas duas fontes podem lhe dar preciosas informações nesses momentos tensos e delicados.

Temperatura MozCast

Se descobrir algo espere um pouco até ter certeza antes de aplicar quaisquer ações mas é exatamente por isso é tão importante basear todos os esforços de SEO nas melhores práticas recomendadas pelos mecanismos de pesquisa, dessa maneira você não sera pego de surpresa quando alguma atualização surgir, e não duvide, vai surgir.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *