Homer com dúvida sobre Google

Seo Letter 117 – First Byte, Links Adultos, Mobile, Intersticiais e Mto Mais

Setembro começa mais corrido do que nunca e enquanto os estudos apontam que por motivos biológicos o final de semana deveria durar 3 dias, o que eu realmente gostaria seria de mais uns dias úteis rs… Aparentemente é culpa do mercado que cresce a passos largos desde 2007, praticamente 300% de crescimento segundo o IBGE.

Enquanto o mercado cresce descontroladamente, nem tudo é festa… a quantidade de competidores também aumentou e o consumidor ficou esperto ao cubo com tudo isso… hoje um consumidor padrão leva em torno de 16 dias para tomar a decisão de adquirir um celular na internet, ou seja, ele entra em todas lojas online, vai na loja e ainda lê desde reviews de experts até avaliações de consumidores.

A pesquisa mostrou ainda que o produto Celular foi o mais escolhido como opção de compra com 26% da preferência dos consumidores, seguido por Moda Feminina/ Acessórios (19%), Moda Masculina/Acessórios 15%, Perfume (12%) e Esporte e Lazer (11%).

Tabela de pesquisa mais comprados recentemente pela internet

E se tá uma correria, o Google também não ajuda, cada mês tem mais novidades e nos resta ficar a par de tudo sempre em busca do Topo das posições orgânicas; então vamos as novidades do mês:

First Byte e definição de Local de Teste

No último mês tive discussão gigante com um desenvolvedor sobre a importância de se medir o tempo do first byte nos testes de velocidade no local dos usuários.

Os desenvolvedores alegavam que como o googlebot ia ler o site através de um IP americano, faria mais sentido testar com a localização definida para os Estados Unidos.

Muito embora tivesse certeza sobre o assunto, tomei um chá de humildade e fui perguntar diretamente para John Mueller, o responsável no Google sobre o assunto.

A resposta de Mueller foi simples e objetiva: “focus on your users!” – ou seja, não esqueçam de definir o local de teste para o Brasil ou para o local em que os seus usuários estão 🙂

Links Adultos não são considerados Spam pelo Google

John Mueller confirmou que links de sites que contenham conteúdo adulto como sites pornográficos não são necessariamente problemáticos ou considerados spam automaticamente.

Então desde que sejam naturais e relevantes estamos de boa e não precisamos mais correr para desabilitar esses links no Search Console.

Então quando seu concorrente te mandar alguns (sim eles te mandam e talvez você nem saiba), avalie com mais calma como proceder.

Bye bye mobile-friendly label

O Google afirmou que está ocultando o marcador mobile-friendly que aparecia nos resultados em dispositivos móveis.

A explicação é que como 85% das páginas exibidas nos resultados em dispositivos móveis são mobile-friendly, não fazia mais sentido exibir…

Realmente acho que faz todo sentido e talvez teremos mais alguns caracteres para a meta descrição no mobile.

Google na Guerra aos Pop-ups

Agora que conseguimos ler 85% dos sites sem ter que usar a famigerada lupa – ainda temos que lutar contra pop-ups e outras situações que não são nem um pouco amigáveis no mobile. Na verdade fico até frustado em alguns casos que não consigo sair do pop-up… cheguei a ponto de desistir algumas vezes rs

Exatamente por isso que o Google já está avisando que a partir de Janeiro de 2017, os sites em que o conteúdo mobile não for fácil de acessar, provavelmente vão enfrentar problemas no ranking. Além do pop-up clássico temos outras situações em que podemos ter problemas, seguem as 3 principais:

  • Exibir pop-up que oculte o conteúdo principal da página, seja ele imediatamente na entrada da página ou durante a sessão.
  • Exibir intersticial em que o usuário precise fechar ou cancelar antes de ver o conteúdo principal da página.
  • Usar um layout em que a parte acima da dobra seja similar ao intersticial e que o conteúdo principal esteja abaixo da dobra.

Cuidado com o Tamanho do Pop-up no mobile

Mas existem outras situações que se parecem muito com as descritas acima mas estão liberadas:

  • Intersticial exibido devido a obrigações legais como por exemplo para verificar idade em sites que vendam bebidas alcoólicas ou sites que contenham conteúdo adulto.
  • Popo-ups para confirmação de login quando o site tem conteúdo que não é público.
  • Banners que utilizem seu espaço com moderação rs

Situações permitidas no mobile

Rel Canonical nos PDF

Através de outra dúvida de um tópico similar, John Mueller confirmou que o Google aceita o uso de rel=canonical para arquivos em formato PDF.

Isso pode ser uma ótima notícias principalmente para as famosas landing pages de “baixe seu e-book” onde o e-book em pdf muitas vezes também era exibido na pesquisa. Agora uma opção é canonizar o arquivo para a landing de captação de e-email, simple like that!

Schema v3.1 na Ferramenta de Teste de Dados Estruturados

Google confirmou que sua ferramenta de teste para dados estruturados está aceitando a versão 3.1 da marcação Schema.

Essa é uma ótima notícia para conseguirmos validar as marcações com os dev e também mostra que além da ferramenta, o Google provavelmente deve estar lendo 100% da nova versão da Schema Markup. Marcação Neles!

google structured data tool schema v3.1

Exigir Link para Acessar API é como Link Pago

Existem diversos serviços que oferecem a utilização de suas APIs mas em troca exigem uma política com diversos pontos, a qual muitas vezes exigem um backlink seguido (dofollow).

Questionado sobre o assunto John Mueller deixou bem Claro que o Google identifica isso essencialmente como um link pago, e por consequência, isso vai contra as políticas de qualidade do Google pode trazer alguns malefícios para quem está disponibilizando a API, como por exemplo a boa e velha despencada no ranking rs.

Frase do Mês

“Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito” Pitágoras

1 responder
  1. Videos Amadores
    Videos Amadores says:

    Eu procurei por um item como este, e felizmente encontrei aqui 🙂

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *