Meta Tag de Referência

A Meta Tag Referrer como Solução no Mundo Pós Https

A ascensão do https é uma ótima notícia para uma web mais segura e também para os webmaster que podem usar diversos recursos avançados; de quebra ainda é uma fator de posicionamento no Google.

No entanto a utilização do padrão com certificação de segurança tem diversas efeitos colaterais e a perda de dados de referência é uma delas.

De maneira simples e objetiva, quando um site que utiliza Https envia tráfego para seu site que usa Http (não seguro) a informação de referência é perdida e é impossível determinar de onde veio o tráfego.

Veja um exemplo abaixo do que aconteceu com as informações de referência de um site que enviava tráfego para o meu mas foi atualizado para a versão https.

Perda dos dados de referência

As informações de referência são especialmente importantes para SEO para validar de onde está vindo seu tráfego e principalmente qual o retorno que ele está gerando para seu negócio.

Quando você não tem essas informações é como se tivesse navegando sem Bússola!

Mas também precisamos avaliar o outro lado… se p nosso site envia um ótimo tráfego para outros sites, essa informação também é super importante já que pode ser o diferencial para que seu anunciante continue a anunciar contigo ou até para ganhar um backlink de brinde rs

Segundo relatório Moz, o percentual de sites que utilizam Https na primeira página do Google está aumentando de forma dramática e muito embora você possa não ter percebido a perda dessas informações de referência, pelo gráfico abaixo você deve começar a perceber em breve rs.

Https nas primeiras colocações do Google

 

Meta Referrer Neles!

A meta tag de referência (meta referrer tag) pode atenuar o problema e te ajudar a controlar como suas informações são transmitidas para outros sites.

Essa meta deve ser colocada no cabeçalho do documento html e existem algumas opções para usar em seu conteúdo:

  1. None: Nunca passa os dados de referência
    Exemplo: <meta name=”referrer” content=”none”>
  2. None When Downgrade: Envia os dados de referência para sites seguros mas não para sites inseguros.
    Exemplo: <meta name=”referrer” content=”none-when-downgrade”>
  3. Origin Only: Envia os dados básicos de referência; não envia a página mas envia em nível de subdomínio; ou seja, a página http://www.seomartin.com/servicos/ vai passar somente http://www.seomartin.com/
    Exemplo: <meta name=”referrer” content=”origin”>
  4. Origin When Cross-Origin: Envia os dados de referência quando o destino tem o mesmo schema, host e porta.
    Exemplo: <meta name=”referrer” content=”origin-when-crossorigin”>
  5. Unsafe URL: Sempre transmite a url completa como referência.
    Exemplo: <meta name=”referrer” content=”unsafe-url”>

Nesse caso se você deseja passar as informações de referência corretas para outros sites parceiros opte por usar a opção 5 Unsafe URL!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *